Alunos da FGV se surpreendem com estrutura dos equipamentos da Fundação Paulistana

 

Estudantes visitaram o CFCCT e a Escola Makiguti para a criação de um plano de marketing para as unidades
No último sábado (06/05), os alunos da Fundação Getulio Vargas, da disciplina de Marketing no Setor Público, do oitavo semestre do curso de Administração Púbica, visitaram as dependências do Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes (CFCCT) e da Escola Técnica de Saúde Pública Professor Makiguti, ambos em Cidade Tiradentes. A ação integra o projeto, desenvolvido em parceria entre as entidades, que visa a elaboração de um plano de visibilidade e marketing voltado às unidades. O projeto é coordenado pela professora Victoria Louise Rodner, que acompanhou a visita.
Os estudantes ficaram impressionados com a estrutura dos dois equipamentos, administrados pela Fundação Paulistana de Educação, Tecnologia e Cultura, ligada à Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo (SMTE).
A atividade começou pelo CFCCT, com 7.300 metros de área construída nos cinco pavimentos do prédio. O grupo passou pela Biblioteca Temática em Direitos Humanos Maria Firmina dos Reis, Sala Spcine Adélia Sampaio, Sala de Exposição, Jardim de Inverno, FabLab, Teatro e Área do Circo.
Em seguida, os alunos foram conhecer a estrutura da Escola Professor Makiguti, que oferece os cursos técnicos em Farmácia, Análises Clínicas, Saúde Bucal e Gerência em Saúde. Durante a passagem, foram apresentadas as salas de estudo e laboratórios para as disciplinas.
Bastante entusiasmados com a qualidade dos dois equipamentos, os estudantes da FGV encerraram as visitas com várias ideias para implantarem no projeto. “É importante criar esse vínculo com comunidade. Mostrar que o equipamento é público e deve ser aproveitado pelos moradores”, disse a universitária Laís Menegon.
O plano de visibilidade e marketing a ser desenvolvido para a Fundação deve ser apresentado 02 de junho. Para a professora Victoria, conhecer os dois equipamentos foi uma ótima experiência. “Com relação a Makiguti, vamos debater ações não apenas de divulgação, mas também de captação de fundos, parcerias com instituições privadas”. Sobre o CFCCT, ela ressaltou que é importante engajar o público a participar cada vez mais das atividades oferecidas à comunidade.

 

2 comentários sobre “Alunos da FGV se surpreendem com estrutura dos equipamentos da Fundação Paulistana

  1. Realmente muito bom este post! Conteúdo Relevante!
    Gostei bastante do site, vou ver se acompanho toda semana suas postagens ou assim que me sobrar um tempo.
    Abraços 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *