Arquitetura

O projeto de arquitetura, que privilegia a livre circulação entre o espaço paisagístico e a área construída, é de autoria do arquiteto José Rollemberg Filho, que contou com a colaboração de Lara Melo e Souza, ambos então pertencentes aos quadros da Secretaria Municipal de Cultura. O conjunto conta com um edifício dividido em 5 pavimentos que corresponde a 7.300 m² de área construída implantado em um terreno com cerca de 30 mil m².

No andar térreo localizam-se a Administração, o Cinema (150 lugares), a Biblioteca Temática em Direitos Humanos (acervo inicial de 25.000 exemplares), e o Centro de Memória Viva (espaço de pesquisa, acervo e documentação da memória do bairro).

O primeiro pavimento conta com Telecentro (24 estações), Ateliê de Literatura, Laboratório de Línguas, Lanchonete, amplo Salão para Exposições (330m2) e um terraço descoberto.

O segundo pavimento é destinado aos cursos de artes, com dois Ateliês de Artes Plásticas, além de jardim interno com deck (330m2) e área de convivência. No terceiro andar conta com um Teatro (200 lugares) com camarins, Bilheteria, 6 Salas para as Aulas de Formação profissional na área cultural (de 92 m2), e um laboratório multimídia destinado ao Audiovisual (190m2).

Terceiro Pavimento dá acesso ao pátio externo onde há uma área reservada para um Circo de lona com capacidade para 180 lugares e um Anfiteatro ao ar livre com capacidade para 200 lugares.

O pátio externo possui um elevador e escadas de acesso à parte superior do terreno onde localiza-se um Parque com árvores plantadas e um pequeno trecho de mata nativa e uma infraestrutura direcionada ao lazer e ao esporte com quadra poliesportiva, pista de skate, playground e áreas de convivência.

 Clique e acesse as plantas do CFCCT