Biblioteca

BIBLIOTECA TEMÁTICA EM DIREITOS HUMANOS MARIA FIRMINA DOS REIS

A história da biblioteca temática em Direitos Humanos Maria Firmina dos Reis se confunde com a história do Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes. A mobilização da comunidade por um espaço de leitura no bairro foi fundamental para que a biblioteca fosse viabilizada.

A biblioteca do CFCCT é a única do Sistema Municipal de Bibliotecas com temática voltada para os Direitos Humanos. Possui acervo com 19.428 volumes e oferece também serviços como: apoio a pesquisa escolar, visita monitorada com mediação literária agendada por e-mail ou telefone e coleção de audiolivros para deficientes visuais. O acervo da biblioteca possui títulos de todas as áreas do conhecimento, inclusive o acervo específico em Direitos Humanos, com 512 títulos.

Em 2015, a biblioteca passou por uma reforma, para adequá-la à temática dos Direitos Humanos. Até aquele momento, o  que caracterizava a biblioteca como temática era a programação cultural e o acervo ainda em formação sobre o tema, diferenciando-a portanto, das demais bibliotecas temáticas da cidade.

A formulação do projeto da ambientação artística teve a participação dos funcionários e também da comunidade que pode ajudar a escolher as imagens, frases, disposição do mobiliário etc. O espaço ficou aconchegante e repleto de elementos simbólicos que dialogavam com a história do bairro e com a luta por Direitos Humanos dos moradores.

Com a reinauguração, a biblioteca foi batizada de com o nome da escritora negra maranhense Maria Firmina dos Reis, que foi a primeira pessoa a escrever um romance abolicionista no Brasil. Dessa maneira, Maria Firmina representa simbolicamente todas as mulheres de Cidade Tiradentes, migrantes ou descendentes de migrantes nordestinos que vêem nos livros e na educação uma oportunidade de questionar a realidade social, numa busca incessante pelosr Direitos Humanos.

Com a reforma, a biblioteca ganhou arquibancada para acolher o público em espetáculos de contação de histórias. A área infantil, onde serão realizadas as atividades de mediação de leitura, ganhou uma réplica de um baobá (árvore de origem africana, utilizada por velhos sábios para contar histórias a crianças e adultos).

Além disso, a biblioteca possui programação cultural mensal com a realização de saraus, oficinas, palestras, semanas temáticas, programação especial de literatura, diálogos e café cultural.

Horário de funcionamento:

De terça a sexta-feira, das 10h às 20h.

Sábados, 10h as 18h.

Contatos

Fone: (11) 3343-8911

Acesse nosso acervo CLIQUE AQUI